Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Marolas Ílhavo 2019 oferece comédia e muita música

Sara santini 1 1024 2500
23 Junho 2019

Depois de divulgados os dois grandes concertos agendados para os últimos dias - Carolina Deslandes (dia 26 de julho, 22h00, Barra) e Amor Electro (dia 28 de julho, 22h00, Costa Nova), a edição de 2019 do Marolas Ílhavo tem ainda na sua programação outras propostas musicais.

No dia da abertura do Marolas, sábado, 13 de julho, pelas 22h00, o Cais Criativo, na Costa Nova, vai receber os Lazy Eye Society.

Os Lazy Eye Society distinguem-se pelo estilo alternativo influenciado pelas correntes intempestivas que vão desde o rock alternativo ao hard rock, passando pelo grunge. Recuperam a nostalgia dos anos 90 e procuram fazer renascer o gosto dos grandes públicos pelo rock alternativo. Em 2019, a banca apresenta o novo álbum, “The Tales of The Brave Monkey”. Com gravação, mistura e masterização de Makoto Yagyu (Paus, Riding Pânico), Fábio Jevelim (Paus, Riding Pânico) e Pedro Ferreira (Quelle Dead Gazelle), a banda formada em Coimbra procura trazer as sonoridades rock e stoner para os tempos do indie.

No dia seguinte, domingo, 14 de julho, também às 22h00 mas no Navio-Museu Santo André, no Jardim Oudinot (Gafanha da Nazaré), os bracarenses We Find You apresentam um concerto intimista no Porão do Navio-Museu.

We Find You é um projeto criado em Braga, por David Dias (voz) e Miguel Faria (guitarra e coros) que, apesar da formação clássica, aproximam-se de uma sonoridade folk anglo-saxónica, com linhas melódicas simples influenciadas pelos Radiohead, Coldplay, Ray Lamontagne, Patrick Watson ou Matt Corby. O concerto convida a uma viagem por diversos estados de espírito, no qual tocam temas originais, bem como algumas versões de temas pertencentes a vozes femininas.

Quarta-feira, 17 de julho, marca o regresso ao Cais Criativo Costa Nova, com a presença da banda ilhavense, Vulto.
Fundada nos anos 90, com base no rock e nos blues, a banda foi fortemente influenciada pelo som e correntes musicais emergentes daquela década, assumindo um estilo que resulta da combinação de melodias vibrantes, duras, incisivas e de ritmo bem marcado. Após um período de pausa, os Vulto decidiram dar continuidade ao projeto, incorporando novos elementos. À sua génese musical acrescentaram novos temas e “o vulto caminha”, novamente.

Cumprida a primeira metade do “Marolas Ílhavo 2019”, o fim de semana, 20 e 21 de julho, volta a apresentar mais duas interessantes propostas musicais no feminino, ambas às 22h00, no Navio-Museu Santo André.

No sábado, as cordas e a voz de Bárbara Tinoco vão ecoar pelo porão.

A cantora e compositora de 20 anos, nascida em Lisboa, é autodidata na guitarra e no canto, estuda Ciências Musicais na Faculdade Nova de Ciências Socias e Humanas. No ano passado, deu que falar na sua muito breve passagem pela fase de casting do programa “The Voice Portugal”, onde, embora não tendo sido selecionada, teve a oportunidade de mostrar um tema original. É esse tema – “Antes Dela Dizer Que Sim” - que lançou este ano como o seu single de estreia.

No domingo, mais uma voz feminina no Navio-Museu, habituada a palcos dos grandes festivais e a trabalhos em parceria com grandes nomes da música portuguesa: Via.

Elvira Brito e Faro, ou Via, como todos lhe chamam, desde cedo começou a escrever e a compor os seus temas mas, assumidamente reservada, só mais tarde decidiu mostrá-los. Entretanto, enriqueceu a sua formação musical e tornou-se autodidata na guitarra e no ukelele, o que lhe deu bagagem para em 2014 iniciar o projeto Via com mais três elementos. Ao concorrer ao EDP Live Bands, entre mais de 300 bandas, conseguiu chegar à final, dando, assim, o pontapé de saída de um percurso que promete dar que falar na música portuguesa.
Enquanto se encontra a trabalhar no seu álbum de estreia, já lançou alguns singles de avanço: “Não Te Mereço”; “Feita de Ferro”; “Eu Não”, em dueto com Tiago Nacarato; e “Já Não Sei Quem Sou”, em dueto com Miguel Araújo.

O último dos concertos mais intimistas acontece no dia 24 de julho, quarta-feira, com a presença de Freddy Strings & The Groovefellas, às 22h00, no Cais Criativo, na Costa Nova.

Desde 2012, Freddy Strings juntou a voz à guitarra num projeto dedicado aos seus artistas de eleição, em formato de covers. Passados alguns anos, dá início à escrita e composição de canções próprias e procura encontrar parceiros para a sua jornada. Pouco a pouco, a sorte dos caminhos veio trazendo os elementos que hoje formam o grupo “Freddy Strings and The GrooveFellas “, num projeto de originais que traz um ar fresco e descontraído na música que quer dar ao público, não se fixando em estilos específicos.

A programação musical conta ainda com uma grande After Party, dia 27 de julho, às 23h00, na Costa Nova, com a eletrizante DJ Sara Santini (foto).

As suas peculiares performances e capacidades técnicas têm-lhe permitido abrir fronteiras e apresentar a sua música por todo o mundo, cativando instantaneamente qualquer pista de dança. Habituada a grandes e exigentes públicos, a DJ já partilhou cabine com os mais renomados artistas do momento, como Dj Snake, Armin Van Buuren, Axwell & Ingrosso, Don Diablo, Alan Walker, Bassjackers, Laidback Luke, Kura, Salvatore Ganacci, Vini Vici, Black Coffee,Krewella, Juicy M, entre outros.

Todos os concertos têm entrada gratuita.

A programação global do Marolas Ílhavo 2019 será disponibilizada após a apresentação pública do evento que terá lugar, dia 27 de junho, às 11h00, no Farol da Barra.