Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Rota das Padeiras: um programa para valorizar a tradição do Pão

Rota das Padeiras: um programa para valorizar a tradição do Pão
03 Março 2020

Vale de Ílhavo volta a receber a Rota das Padeiras, de 19 a 22 de março, para quatro dias dedicados às tradições ainda hoje mantidas por 15 padarias e 2 moagens artesanais.

O evento, promovido pela Câmara Municipal de Ílhavo em parceria com a Associação Cultural e Recreativa “Os Baldas”, tem nos primeiros dias (quinta e sexta-feira) dois públicos específicos: alunos e seniores. No fim de semana, dias 21 e 22, o pão é para todos.

A noite de sexta-feira arranca com o cheiro de forno a lenha que invade Vale de Ílhavo e conduz os visitantes até à iniciativa “Porta Aberta” (inscrições gratuitas em artesanato@cm-ilhavo.pt). Cinco padarias abrem portas aos visitantes para mostrar como se fazem as Padas, os Folares e o Pão de Vale de Ílhavo.

Na sede de “Os Baldas”, a programação dos dias 21 e 22 de março é dirigida a toda a família e inclui música, teatro comunitário, exposição, visitas orientadas e várias oficinas. Para além da tão esperada performance dos Cardadores.

No sábado, a abertura oficial, é às 14h30, seguida da percussão dos Toca Baldar, marcada para as 15h00, assinalando-se, deste modo, o arranque da edição de 2020 da Rota das Padeiras.

A programação continua pela tarde fora, com várias ações em que, mais do que ver, o público é convidado a participar e a colocar, literalmente, a mão na massa. Tanto no sábado, como no domingo, às 16h00, realiza-se a oficina de costura de lancheira de pano “Cosipa o teu envelope de pão”, para pessoas com ou sem experiência. Esta é também uma forma de contribuir para a redução da pegada ecológica, evitando-se o uso de sacos de plástico ou de papel. As inscrições (limitadas a 10 participantes) podem ser efetuadas através do e-mail artesanato@cm-ilhavo.pt ou pelo telefone 234 329 641 ou 234 325 911.

Também em ambos os dias do fim de semana, às 17h30, a tradição junta-se à inovação na oficina de Padas, Pão de Salicórnia e Folar de Vale de Ílhavo: “Mete a mão na massa”. Nesta oficina, limitada a 15 participantes, de todas as idades, cada um é convidado a arregaçar as mangas e amassar o pão, vestindo a pele de uma verdadeira Padeira de Vale de Ílhavo.

As tardes de sábado e domingo são ainda pautadas por vários momentos de música e dança.

Às 15h30 surge, na sede de “Os Baldas”, o verdadeiro super-homem da música. “Da Cruz… One man band” é o homem-orquestra tradicional e único no nosso país: toca em andamento, com as mãos, pés, boca, pulos e cotovelos.

Pelas 17h30 tem lugar “A Chiclateira”, (repetindo à mesmo hora no domingo), um verdadeiro menu gourmet de canções gastronómicas protagonizadas pelos chefes Chocolatela e Chico Laitinho, chegados a Vale de Ílhavo diretamente da Chocolatonga da Serra.

No sábado, às 18h30, Diana Azevedo desafia toda a gente a dançar no Baile das Padeiras, entre danças de grupo e de par.

A noite apresenta uma novidade na edição deste ano. Os “Toca Baldar” e “Os Cardadores de Vale de Ílhavo” juntam-se para o projeto comunitário “Pão p´ra toda a obra”, com a assinatura de Rui Souza. Os caminhos vão ser feitos de pedras, pó, bombos, pão e de água de vinho, aos quais se juntam as vozes, os abraços, as alegrias e tristezas. E assim se constroem vidas e que a realidade é muito mais do que se vê.

No domingo, o dia começa com mais uma edição de “Sentidos de Mar”, desta feita sob o tema “Pão de Vale de Ílhavo e ervas do mar”. Partindo do Cais da Malhada, em Ílhavo, o passeio, que se realiza de bicicleta, explora a ligação entre as “ervas do mar”, biologicamente produzidas na Terra d’Avó e a tradicional Moagem Valente que, há quatro gerações, produz farinhas em mó de pedra. A visita inclui a degustação destes sabores combinados pela mão do chef Ricardo Marques. As inscrições, limitadas a 20 participantes, podem realizar-se através do e-mail visitas.mmi@cm-ilhavo.pt ou pelo telefone 234 329 990 e têm o custo de 11 euros por pessoa (inclui seguro). As bicicletas são disponibilizadas pela organização.
À tradição do pão junta-se outra tradição também de Vale de Ílhavo – os Cardadores que, na sua forma de estar irreverente, vão marcar presença na Rota das Padeiras, às 15h00 horas de domingo.

Seguem-se as iniciativas programadas para o dia 21 (“Da Cruz – One Man Band”; “Cosipa o teu saco”; “Mete a mão na massa” e “A Chiclateira”), terminando a tarde do dia 22 de março com a atuação, às 18h30, do Rancho Etnográfico da Gafanha da Nazaré.

Durante todo o evento haverá venda de pão, serviço de bar e estarão patentes duas exposições: A “Pasteleira” do Pão e Dá Cor ao Cardador.

 

Programa Rota das Padeiras 2020