Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Palheta: Gafanha da Nazaré voltou a receber robertos e marionetas de braços abertos

Palheta: Gafanha da Nazaré voltou a receber robertos e marionetas de braços abertos
10 Abril 2019

De 4 a 8 de abril, o Palheta - Robertos e Marionetas, voltou a encher vários espaços da Gafanha da Nazaré do espírito do teatro de marionetas, confirmando a cidade como um dos grandes pontos da história da arte bonecreira em Portugal.
Numa programação alargada, em cinco dias de dezenas de espetáculos para escolas, famílias, grupos organizados e público em geral, o Palheta cumpriu grande parte dos seus objetivos, esgotando a maioria dos espetáculos.
Um dos destaques desta edição foi o cada vez maior envolvimento da comunidade e do comércio tradicional da Gafanha da Nazaré. Através do projeto Marés, um projeto comunitário idealizado para a rua (a chuva alterou estes planos, mas o espetáculo aconteceu no Convés da Fábrica das Ideias), juntaram-se várias dezenas de pessoas, sob a orientação da Teatro e Marionetas de Mandrágora, em oficinas de figurinos a música, construção de marionetas a teatro clown. Um espetáculo que além desta integração da comunidade, envolveu todos os participantes numa importante mensagem de reciclagem de resíduos, sobretudo a propósito da poluição marítima, que nos é tão próxima.
Já os lojistas da Gafanha da Nazaré foram chamados a um percurso poético, orientado pela artista Marina Palácio. Sete lojas aderiram ao percurso, em que foram desafiados a mostrar os seus produtos e a contar as suas histórias, encontrando o lado mais poético, muitas vezes não evidente, de cada uma.
O Palheta ocupou vários espaços da Gafanha da Nazaré: a Fábrica das Ideias, a Casa da Música, a Junta de Freguesia, a Escola Secundária e, naquilo que foi possível, os jardins, as lojas e as ruas. Uma marca que o festival pretende manter, a da ativação de toda a cidade e de todas as pessoas e parceiros. Graças a uma massiva divulgação na comunicação social, mas sobretudo a uma programação muito própria, diversificada, com espetáculos especiais pensados para todas as idades, o público aderiu em massa e em diferença, sendo praticamente impossível definir um público-alvo deste festival.
O Palheta - Robertos e Marionetas, organizado pelo 23 Milhas, projeto cultural do Município de Ílhavo, regressa em 2020, com a promessa de se tornar ainda maior e mais cúmplice da Gafanha da Nazaré.