Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Comemoração do 76.º Aniversário do Museu Marítimo de Ílhavo

Comemoração do 76.º Aniversário do Museu Marítimo de Ílhavo
06 Agosto 2013

É com enorme satisfação que a CMI reservou um programa especial de 8 a 10 de agosto, assinalando simbolicamente o 76.º Aniversário do Museu Marítimo de Ílhavo, marco importante na promoção da História e Cultura das gentes de Ílhavo, bem como na conservação de um riquíssimo património no qual o Mar é o denominador comum.
Em parceria com a Associação dos Amigos do Museu, o Museu Marítimo de Ílhavo (MMI) preparou um programa de comemoração durante três dias, do qual se destaca a Sessão Comemorativa no dia 8 de Agosto, pelas 21h30:
» Inauguração das exposições “Cápsula do Tempo – Memória da Grande Pesca” e “New Found Land – Fotografia de Luís Monteiro”;
» Abertura da Sala de Pintura do Museu Marítimo de Ílhavo;
» Apresentação da Revista do Museu Marítimo de Ílhavo – “Argos”;
» Assinatura do Protocolo entre a Câmara Municipal de Ílhavo e a TEAM – Truques e Engenhocas Associação de Modelismo.
Do programa de Comemoração fazem parte diversas actividades educativas relacionadas com o modelismo náutico e com a vivência do Aquário dos Bacalhaus, bem como visitas guiadas temáticas.
Aproveite para visitar o Museu Marítimo de Ílhavo e embarque numa aventura de sentidos, conhecimento e lazer.

 

Conheça a programação clicando aqui.

 

O Museu Marítimo e os 76 Anos de vida

Aliando o caráter extraordinário e único da história da “Faina Maior” à beleza da arquitetura do edificado, o MMI é hoje uma referência na museologia portuguesa, diferenciadora do Município, da Região de Aveiro, da Região Centro e de um Portugal intimamente ligado ao Mar. O empenho e dedicação a esta causa resultaram na integração do MMI na Rede Portuguesa de Museus em 2010, após candidatura aprovada pelo Instituto dos Museus e da Conservação.

Com um reconhecido percurso de 76 anos, o MMI viveu nesta última década um novo ciclo de vida, registando mais visitantes do que em toda a sua história anterior, tendo já ultrapassado os 500.000 visitantes.

Em 2012, a propósito do assinalamento dos 75 anos de vida, a Câmara Municipal de Ílhavo reforçou a aposta na Cultura Marítima dotando o MMI com duas novas componentes: a investigação e inovação e o aquário; dotando-o com novas valências e novos espaços de realização de pequenas reuniões, workshops e conferências, aprofundando o papel sócio cultural deste singular Museu.

A componente “investigação e inovação” são o resultado da aposta da CMI na requalificação do edifício da antiga Escola Preparatória de Ílhavo, integrado no Programa de Regeneração Urbana do Centro Histórico de Ílhavo (RUCHI), ativando o novo Centro de Investigação e Empreendedorismo do Mar (CIEMar-Ílhavo).

O “Aquário de Bacalhaus” é uma obra localizada nos terrenos mais a Norte dos espaços exteriores da antiga Escola Preparatória de Ílhavo, a Poente do MMI, representando um elemento especial de atracção do Município de Ílhavo, contribuindo para a dinamização do turismo e do setor económico local.

 

» Aquário dos Bacalhaus – balanço do primeiro semestre

O balanço do primeiro meio ano de vida do Aquário dos Bacalhaus do Museu Marítimo de Ílhavo (MMI) é, a todos os níveis, altamente positivo. O investimento do Município de Ílhavo neste projeto original e ousado tem permitido ao MMI prosseguir e revitalizar a sua tendência de crescimento e qualificação.

Até 13 de julho de 2013, o MMI registou 46.947 visitantes. Comparando o número de visitantes do primeiro semestre de 2013 com os dados do primeiro semestre de 2012, verifica-se que o “efeito Aquário” significa um aumento de 88%.

A atração de públicos despertada pela abertura do Aquário e a sua adequada inclusão no projeto do Museu e no percurso expositivo – o Aquário só é visitável no contexto de uma visita integrada ao Museu – resultarão num record histórico de públicos para o MMI. De salientar o aumento significativo do público estrangeiro, nomeadamente de Espanha, França, Alemanha, Canadá e Noruega.

O grande aumento do número de visitantes do MMI tem permitido ao Município de Ílhavo aumentar significativamente as receitas próprias do Museu, em especial as que resultam de ingressos de público que quase triplicaram em relação a períodos homólogos de anos anteriores.

De modo a consolidar estas dinâmicas estimuladas pelo Aquário dos Bacalhaus e pelas iniciativas de internacionalização e projeto do CIEMar-Ílhavo, o Museu encontra-se a programar um conjunto de iniciativas para o verão, atividades que envolvem o Aquário e todos os patrimónios materiais e humanos que o MMI preserva e celebra.

No plano técnico, nomeadamente quanto à monitorização dos aspetos biológicos do Aquário, iniciou-se a concretização de um protocolo de cooperação com o Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro.