Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Rede de Municípios para Adaptação Local às Alterações Climáticas reuniu em Ílhavo

Rede de Municípios para Adaptação Local às Alterações Climáticas reuniu em Ílhavo
20 Novembro 2018

O Município de Ílhavo foi o anfitrião, no dia 15 de novembro, da quarta reunião do Conselho Geral da Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas (RMpALAC), da qual a Câmara Municipal faz parte.
Neste encontro, que decorreu no Laboratório das Artes - Teatro Vista Alegre, os cerca de 50 participantes, representando os 33 municípios e as 11 entidades que constituem a Rede, fizeram o balanço da Atividade do presente ano, analisaram a participação da Rede Adapt.Local na Conferência Europeia das Adaptações às Alterações Climáticas 2019, que terá lugar em Lisboa de 27 a 31 de maio, avaliaram a admissão de novos membros e definiram o local da realização do Seminário Adapt.Local para 2019.
A RMpALAC foi formalizada em março de 2017, em Guimarães, e integra 33 municípios portugueses, que representam cerca de 10% dos Municípios Portugueses e mais de um terço da população portuguesa, para além de contar ainda com 11 entidades de cariz público e privado diretamente ligadas a esta temática.
O projeto tem como objetivo criar um trabalho contínuo de elaboração de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) e a sua integração nas ferramentas de planeamento municipal. Estas estratégias prendem-se com a capacitação do corpo técnico de cada Município da Rede, com a consciencialização dos atores locais e com o desenvolvimento de ferramentas que facilitem a elaboração e implementação das medidas.
Ainda no âmbito das ações da Rede, o Município de Ílhavo participou no “Adapt.Local 2018 - 2.º Seminário de Adaptação Local às Alterações Climáticas”, que decorreu, no dia seguinte, na Figueira da Foz.
Neste Seminário, a Autarquia partilhou através do técnico Luís Rabaça as suas boas práticas/experiências do Município de Ílhavo dentro do painel "Riscos Costeiros e Gestão Integrada Adaptativa", tendo o Vice-presidente da autarquia, Marcos Ré, moderado ainda o debate do painel "Financiamento da Adaptação".