Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas com apresentação pública em Coimbra

Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas com apresentação pública em Coimbra
15 Dezembro 2016

Ílhavo nos 26 Municípios Nacionais, único na Região de Aveiro, que se procuram Adaptar às Alterações Climáticas.

 

Decorreu, no passado dia 9 de dezembro, a apresentação pública das Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) dos municípios beneficiários do projeto ClimAdaPT.Local, pioneiro em Portugal, com o objetivo de iniciar um processo contínuo de elaboração de Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) e a sua integração nas ferramentas de planeamento municipal.


No evento foram apresentadas as 26 Estratégias Municipais de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC) dos municípios beneficiários do projeto e entregues os certificados aos 52 técnicos municipais envolvidos na elaboração da cada EMAAC, ações que marcaram o culminar de um projeto pioneiro em Portugal, cujo sucesso só foi possível graças à dedicação e empenho de todos os envolvidos.


A encerrar a sessão foi também assinada a Carta de Compromisso para a criação da Rede Nacional de Municípios para Adaptação às Alterações Climáticas, composta inicialmente pelos 26 municípios-piloto beneficiários, entre os quais Ílhavo, e pelos três municípios parceiros do projeto, e que assume como seus objetivos principais, facilitar a troca de experiências entre municípios; promover a troca de conhecimento e de experiências entre as autarquias locais, as instituições de ensino superior e do sistema científico e tecnológico, as empresas e o tecido associativo, ao nível da adaptação local; promover relações de cooperação internacional com outras redes e estruturas, facilitando a incorporação de novas abordagens e soluções divulgando as práticas implementadas pelos municípios portugueses.


Este evento procurou dar total destaque à importância da Adaptação às Alterações Climáticas, tornando assim mais visível o que tem sido feito à escala local e nacional e criando as bases para se desenhar o futuro da Adaptação Local em Portugal.


São municípios fundadores da Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas: Almada, Amarante, Barreiro, Braga, Bragança, Cascais, Castelo Branco, Castelo de Vide, Coruche, Évora, Ferreira do Alentejo, Figueira da Foz, Funchal, Guimarães, Ílhavo, Leiria, Lisboa, Loulé, Mafra, Montalegre, Odemira, Porto, S. João da Pesqueira, Seia, Sintra, Tomar, Tondela, Torres Vedras, Viana do Castelo e Vila Franca do Campo.