Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Semana Municipal da Biodiversidade | 23 a 27 de maio

Semana Municipal da Biodiversidade | 23 a 27 de maio
23 Maio 2016

No âmbito do Dia Internacional da Biodiversidade, que se comemora a 22 de maio, a Câmara Municipal de Ílhavo volta a dedicar especial atenção a esta temática, dinamizando um amplo conjunto de ações entre os dias 23 e 27 de maio.


A Diversidade Biológica ou Biodiversidade descreve a extraordinária diversidade de espécies de plantas, animais e insetos que existem na Terra. A biodiversidade compreende assim a diversidade dentro de cada espécie, entre as espécies e nos ecossistemas. É a diversidade de espécies que permite manter a estabilidade ecológica, pelo que qualquer redução ameaça diretamente e enfraquece os ecossistemas.


O Município de Ílhavo caracteriza-se por uma enorme biodiversidade, seja pelas bonitas Praias da Barra e da Costa Nova, que convidam à visita, seja pela proximidade que detém com a Ria de Aveiro, num desafio constante à sua descoberta, seja, ainda, pelo restante e importante património natural que se espalha um pouco por toda a sua área geográfica.

 

Ações a destacar:

» Projecto “Saldanha salva os Oceanos”
Algumas das Eco-Escolas do Município de Ílhavo, no âmbito da participação no projeto “Coastwatch Europe”, vão receber sessões únicas de formação na área da literacia dos oceanos. As mesmas decorrem da dinamização de projeto nacional inovador “Saldanha salva os oceanos”, o qual tem por objetivo aumentar a literacia dos oceanos na nossa Comunidade Escolar através da história de uma personagem animada que procura salvar os oceanos.


Este projeto tem financiamento das EEA Grants no âmbito do programa PT02 de Gestão Integrada das Águas Marinhas e Costeiras.


Foram quatro sessões únicas, realizadas na manhã de hoje e assim incluídas na abertura da Semana Municipal da Biodiversidade (10h20/11h20 - Centro Escolar N.ª Sra. do Pranto e 11h30 /12h30 - Centro Escolar da Coutada).

 

» “Viagem ao mundo das Algas”
A Semana Municipal da Biodiversidade volta a destacar o empreendedor trabalho da empresa Algaplus, a “jovem empresa que em Ílhavo se dedica ao cultivo e comercialização de macroalgas marinhas de elevada qualidade”.


Assim, várias turmas dos 2.º e 3.º Ciclos das turmas que participaram no projeto “Coastwatch Europe” vão experimentar as múltiplas sensações da visita ao mundo das algas, explorando o conceito de aquacultura, a maternidade das algas e ainda experimentarão alguns dos produtos mais emblemáticos e sustentáveis que a Algaplus já comercializa.

 

» “o teu melhor Amigo”
Esta é uma ação que volta a sensibilizar para melhores condutas de Cidadania no momento do passeio “higiénico” do nosso animal doméstico (por exemplo, sensibiliza uma vez mais para a recolha dos respetivos dejetos), bem como procura a sensibilização para a triste situação, a que frequentemente assistimos, de abandono dos animais domésticos, e em contrapartida para a possível adoção dos animais abandonados.


A implementação desta ação terá uma vez mais como parceiro a loja “Charm Pet” de Ílhavo.

 

» Ação “Produção Caseira de Cogumelos”
O Dia Internacional da Biodiversidade, proclamado pelas Nações Unidas para 22 de maio, tem por objetivo principal potenciar o grau de consciencialização e conhecimentos acerca da biodiversidade.


Nessa sequência a Câmara Municipal, em parceria com a estufa local Ria Garden, irá promover em algumas das Eco-Escolas do Município, nomeadamente o Centro Infantil da Lagoa da Santa Casa e a Escola Secundária da Gafanha da Nazaré, a reedição da ação intitulada “produção caseira de cogumelos”.


Esta ação, de convite e desafio à descoberta e preservação da biodiversidade local, tem por objetivos a promoção da distinção entre os cogumelos que se podem recolher e usar e aqueles que não o podem; despertar para a necessidade de preservar toda a biodiversidade – até aquela que nos parece de papel aparentemente secundário; e ainda a promoção da produção caseira de cogumelos com recurso à reciclagem orgânica e à reutilização de resíduos de uso mais familiar – café, embalagens de leite e outros.