Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Sacos de Plástico das Compras: nova realidade Nacional

Sacos de Plástico das Compras: nova realidade Nacional
20 Fevereiro 2015

O passado dia 15 de fevereiro ficou marcado ao nível Ambiental pela aplicação em Portugal continental de uma pequena contribuição (10 cêntimos) sobre os sacos de plástico leves (geralmente usados para compras). Os factos apontam para números verdadeiramente assustadores: 1 milhão de sacos leves utilizados por minuto no Mundo inteiro – 100 milhões por ano na Europa – 466 sacos por pessoa e por ano só em Portugal (colocando o nosso País no topo do ranking pouco ecológico) – os sacos de plástico têm 25 minutos de vida útil – e demoram 300 anos a desaparecer no Ambiente (quando abandonados em local impróprio). E são precisamente os resíduos de plástico aqueles que mais se encontram à deriva no mar, com consequências diretas para a biodiversidade, ao serem confundidos com alimento, e para o Ser Humano, ao entrarem na cadeia alimentar através do pescado.


O objetivo é muito claro: contribuir para uma redução muito clara e efetiva no seu consumo tendo como meta, já para 2015, passar de 466 para 50 sacos por pessoa no nosso País.


Para conseguirmos esta Redução no uso dos sacos de plástico leves e assim atingir a meta a que todo o nosso País é desafiado, a solução passa por todos. Principalmente pelos consumidores, que têm em si a possibilidade de escolha e, com ela, o poder da mudança. Uma mudança fácil, porque são muitas e acessíveis as alternativas disponíveis.


A Câmara Municipal de Ílhavo há muito preconiza a adoção destas boas práticas de gestão dos resíduos, seja porque lida muito de perto com a problemática dos resíduos plásticos à deriva no mar e que o projeto coastwatch europe evidencia de forma muito expressiva, seja ao nível da dinamização da Semana Europeia de Prevenção dos Resíduos com a qual, por exemplo, já distribuiu 5.600 sacos de compras reutilizáveis em 5 anos (a melhor alternativa, pela resistência e durabilidade, ao vulgar saco de plástico).