Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

OSPAR – Projeto de monitorização do lixo marinho

OSPAR – Projeto de monitorização do lixo marinho
09 Janeiro 2015

Ílhavo concretiza a última monitorização 2014 do lixo marinho, seguindo a metodologia (monitorização aos 100 e aos 1000 metros, repetida 4 vezes ao ano) definida pela Convenção OSPAR.


A Convenção OSPAR, constitui um mecanismo de cooperação, através do qual a União Europeia e 15 Estados (Bélgica; Dinamarca; Finlândia; França; Alemanha; Islândia; Irlanda; Luxemburgo; Países Baixos; Noruega; Portugal; Espanha; Suécia; Suíça e Reino Unido), têm cooperado para proteger o ambiente marinho e a biodiversidade do Atlântico NE.


Ora todo o conjunto de novas atividades desenvolvidas no meio marinho, tem introduzido impactes ao nível do ruído, resíduos e espécies exóticas, mas cujas repercussões só muito recentemente começam a ser compreendidas.


É com base nestes pressupostos que surgiu no nosso País o projeto de monitorização do lixo marinho, o qual na Região Centro conduziu à seleção do Município de Ílhavo (com a Praia da Barra) para a sua implementação.


A última monitorização volta a revelar que o lixo que se continua a encontrar nos areais das praias do Município tem inequívoca origem humana, voltando a predominar os filtros dos cigarros e os paus dos chupa-chupas de plástico.

 

A Câmara Municipal de Ílhavo continua, pois, a dedicar profunda atenção à evolução do estado da linha de costa, quer seja através do rigoroso e permanente acompanhamento das intervenções que para o efeito estão a ser dinamizadas e a ser preparadas, quer seja através da avaliação “pós-balnear” do comportamento humano que o projeto de monitorização do lixo marinho por exemplo permite.