Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Aldo Lima

Natural da Gafanha do Carmo, Município de Ílhavo, Aldo Lima é um dos pioneiros do stand-up em Portugal. No início da década, antes da sua cara se tornar conhecida através de três campanhas de uma operadora de comunicações móveis, já tentava explicar a gerentes de espaços noturnos que lhe era possível subir ao palco sozinho e, sem contar anedotas, divertir qualquer plateia.

Esta tarefa ingrata ficou facilitada com o aparecimento do programa da SIC "Levanta-te e Ri", tendo a sua primeira atuação "Tourada à Portuguesa", plena de momentos inesquecíveis, marcado o programa e lançado, instantaneamente, a sua carreira de humorista. Seguiram-se outras rábulas: o futebol, o rapar do cabelo, o Neo (do filme Matrix) cabeleireiro, o terrorismo, entre outras. A abertura do espetáculo "The Puppetry of the Penis", realizado no Teatro Tivoli, ficou a seu cargo, tendo igualmente sido convidado especial do "Homem que Mordeu o Cão - Ao Vivo".

Em 2003, recebeu o Prémio de Comediante do Ano atribuído pela Aveiro FM, marcando igualmente presença no "Festival Internacional do Riso", na "Gala Viva o Euro 2004" e no "All-Football". Convidado pelos finalistas de Cinema da Universidade Moderna, Aldo Lima protagonizou a curta-metragem "Que Horas São?", vencedora de vários prémios. Foi convidado do programa especial de Fim de Ano de Herman José e, em parceria com Eduardo Madeira, escreveu a mini-peça "Kilo & Meio", que interpretou com António Feio, tendo-lhe sido atribuído, mais tarde, o prémio "Humorista do Ano 2004", pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), em Évora.

Em 2006, foi coautor (com João Quadros) da série de televisão da RTP "Palavras Para Quê", que também protagonizou e, em dezembro do mesmo ano, teve direito a um especial stand-up intitulado "Aldo Lima - Pior Que Estragado".

Cáustico e inteligente, possuidor de uma expressão corporal única, Aldo Lima participou na edição de 2003 da Semana Jovem, regressando novamente em setembro de 2008 ao Centro Cultural de Ílhavo, e mais recentemente, em 2010, com o "Clube de comédia" que voltou a proporcionar, com a sua boa disposição e humorismo, mais um excelente espetáculo juntamente com Bruno Nogueira, Eduardo Madeira, Francisco Menezes, Nilton e Óscar Branco.

 

Julho 2008

 

voltar à página anterior