Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Gastronomia

 

 

O Bacalhau é indubitavelmente o rei da gastronomia ilhavense e portuguesa. Consta, cozinhado de mil e uma formas, em todas as ementas dos restaurantes locais e, em agosto, é até festejado, no Jardim Oudinot, durante o Festival do Bacalhau, organizado pela Câmara Municipal e pela Confraria Gastronómica do Bacalhau. Aí poderá saboreá-lo, bem como os seus derivados, não tão facilmente encontrados nos restaurantes nacionais. Samos, línguas, caras e outras partes do “fiel amigo”, preparadas à boa maneira da cozinha tradicional ilhavense e portuguesa.

 

O enquadramento histórico e cultural do Bacalhau pode melhor ser compreendido através da visita ao Navio Museu Santo André, um antigo arrastão bacalhoeiro, aberto ao público, e que, durante cinquenta anos, cruzou os mares do Norte. Construído em 1949, na Holanda, por encomenda da Empresa de Pesca de Aveiro, o Santo André possui 71,40 metros de comprimento, que contam a história vivida pelos lobos-do-mar na dura e emocionante epopeia do bacalhau, perpetuada na memória e costumes desta população de mãos dadas com o Mar.

 

O Museu Marítimo de Ílhavo, de que o Santo André é pólo, fornece também um complemento histórico da importância e da tradição de mar ilhavense. Mas aqui encontrará, na sua plenitude, as restantes tradições pesqueiras ilhavenses que se refletem na cozinha local através de peixe fresco, grelhado ou caldeiradas. Se optar pela sua preparação caseira não se esqueça de visitar o Mercado de Peixe da Costa Nova.

 

No mercado encontrará os mais frescos ingredientes, que abastecem os restaurantes das redondezas onde poderá apreciar outras iguarias da pesca ingredientes de base de outros pratos tradicionais locais e regionais tais como as enguias, fritas ou caldeiradas, ou ainda, em março, a galeota.

 

Este mercado é o único no país com cozedura de marisco nas suas instalações, que assim permite que os conhecedores possam apreciar diretamente o marisco confecionado, sem necessidade da sua preparação em casa. Também em agosto acontece o Ria a Gosto - Festival de Marisco na Praia da Costa Nova, no relvado das proximidades.

 

Se quiser deliciar-se com as sobremesas, pergunte pelo leite-creme ou pelo arroz doce à moda de Ílhavo ou até pela simples tripa, que é possível encontrar nos quiosques de rua. As papas de abóbora ou as papas de carolo de milho são outras iguarias locais, mais raras mas especialmente apreciadas.

 

Afamadas são também as irresistíveis Padas de Vale de Ílhavo, tal como os Folares também desta zona. Confecionados pelo saber ancestral das padeiras são particularmente apreciados na região.

 

Não prescinda de o provar. Embarque nesta deliciosa aventura!