Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Cabo Frio (Brasil) visita Ílhavo e consolida processo de geminação

Cabo Frio (Brasil) visita Ílhavo e consolida processo de geminação
17 Agosto 2019

A edição de 2019 do Festival do Bacalhau foi motivo e propósito forte para a visita ao Município de Ílhavo de uma comitiva da Prefeitura de Cabo Frio (Brasil), liderada por Felipe Araújo, Secretário do Desenvolvimento de Cabo Frio, acompanhado pelo Procurador Geral da Prefeitura, Bruno Aragutti Mónica, e pelo Coordenador da Comissão de Desenvolvimento Socioeconómico e Tecnológico de Cabo Frio, Thomas Rosa.
A presença, em Ílhavo, dos representantes brasileiros insere-se no processo de geminação em curso, entre os dois municípios, suportado por ações conjuntas de reafirmação da relação bilateral e retribuindo a visita que a Autarquia de Ílhavo fez a Cabo Frio em maio último.

Durante quatro dias a comitiva brasileira marcou presença num conjunto de iniciativas que permitem consolidar quatro importantes áreas que sustentam a geminação em causa.
A presença no Festival do Bacalhau possibilitou ter a perceção da dimensão e da dinâmica do Festival promovido pela Câmara Municipal de Ílhavo, sendo um propósito da Prefeitura a realização de um evento similar em Cabo Frio, como forma de assinalar a relação identitária entre os dois territórios.
Esta visita ao município, permitiu reafirmar a ligação histórica e social (emigração) entre Ílhavo e Cabo Frio patente em três ramos familiares que tiveram e têm, naquela região brasileira, um papel preponderante no seu desenvolvimento, nomeadamente através de investimentos e do conhecimento exportado na área da Economia do Mar, por exemplo na construção naval e na salinicultura: “Bolais Mónica” (Gafanha da Nazaré), “Verdade” (S.Salvador) e “Soares” (Gafanha da Nazaré). Foi, aliás, nesse sentido que Bruno Aragutti Mónica integrou a comitiva que esteve presente em Ílhavo.
Além disso, a relação institucional estabelecida com a Câmara Municipal de Ílhavo facilitou a partilha de experiências de governação autárquica, nomeadamente na vertente turística e ambiental, como é o caso da gestão das praias e do património cultural.
Por último, para além dos contactos estabelecidos com várias entidades no Festival do Bacalhau, a comitiva de Cabo Frio aproveitou ainda para estabelecer algumas relações comerciais e económicas com o tecido empresarial local (por exemplo, Rui Costa e Sousa, Ecomare e Algaplus), potenciando um conjunto de oportunidades de negócios e investimentos entre Ílhavo e Brasil, nomeadamente para a indústria do bacalhau, para a área da aqualcultura e da economia do mar (incluindo a investigação) e para o setor turístico.
O desenvolvimento económico é um dos aspetos mais relevantes neste processo de geminação, assumido de forma muito vincada pelo Município de Ílhavo e pela Prefeitura de Cabo Frio, tendo a comitiva brasileira aproveitado a oportunidade para apresentar alguns exemplos de investimentos previstos naquela região e que poderão ser alcançados por empresários de Ílhavo.