Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Inauguração da Sede do Illiabum Clube e ativação do Serviço Local de Atendimento de Ílhavo da Segurança Social

Inauguração da Sede do Illiabum Clube e ativação do Serviço Local de Atendimento de Ílhavo da Segurança Social
11 Fevereiro 2015

Vai ter lugar no amanhã, dia 14 de fevereiro, pelas 11h00, a inauguração da Sede do Illiabum Clube e a ativação do Serviço Local de Atendimento de Ílhavo da Segurança Social.


Localizado na Rua Arcebispo Pereira Bilhano (Rua Direita), no Centro Histórico de Ílhavo, este edifício do século XIX, simbólico em termos sociais e culturais, foi reabilitado no âmbito da RUCHI – Regeneração Urbana do Centro Histórico de Ílhavo.


Recorde-se que o Illiabum Clube foi oportunamente convidado pela Câmara Municipal de Ílhavo para integrar uma parceria no âmbito da RUCHI, tendo como objetivo principal a concretização da intervenção de reabilitação do referido edifício com acesso a financiamento pelos Fundos Comunitários do QREN.


Após a elaboração do projeto de reabilitação pelos Técnicos da Câmara Municipal, que também geriram os processos formais de concurso e candidatura ao PORCentro, o Illiabum Clube desenvolveu um procedimento de Concurso Público, tendo adjudicado a empreitada de reabilitação pelo valor de 278.611,06 euros + IVA, beneficiando de um financiamento pelo FEDER de 181.242,97 euros, tendo a obra iniciado a 20 de fevereiro de 2013.


Pretendeu-se com esta intervenção dar uma nova vida do edifício-sede do Illiabum Clube, permitindo a criação de uma área para o Serviço Local de Atendimento de Ílhavo/Segurança Social (no rés do chão) e a adaptação dos dois pisos restantes para funções de relevante interesse para a vida do Clube e da Comunidade.

 

Principais características da intervenção:

• Reabilitação de um edifício do século XIX, simbólico em termos sociais e culturais
• Salvaguarda da traça arquitetónica do edifício
• Introdução de amplitude espacial no piso térreo e adaptação às regras de acessibilidade
• Criação de um programa de alojamento temporário para atletas não residentes com capacidade de 6 camas e respetivos espaços de apoio