Passar para o Conteúdo Principal Top
C.M. Ílhavo - Voltar ao início
share rss facebook

Guia do Emprego

A procura de emprego

O que é?


A procura de emprego deve ser encarada como um trabalho a tempo inteiro. Deve ser feita de forma organizada e persistente.
Na procura de emprego é importante conhecer-se a si próprio, conhecer o mercado de trabalho e conhecer as técnicas de procura de emprego.
Uma procura longa pode ser desmotivante, comprometendo as procuras futuras. Por isso, a atitude do/a candidato/a deve ser sempre ativa e positiva.


Deixamos vários caminhos:
Conhecer o mercado de trabalho: realizar uma pesquisa do mercado, selecionar o que interessa e focalizar a procura com maior eficácia.
Estar atento/a às oportunidades: ler todos os dias os anúncios de emprego dos jornais, fazer pesquisas na internet e enviar currículos são os primeiros passos para uma entrevista.
Ser persistente e paciente: estar preparado para o primeiro “não” e não desmotivar pois a procura de emprego está no início e a paciência é a chave para que a oportunidade possa chegar.
Adote uma atitude positiva e dinâmica: acredite que há oportunidades para si! Vá ao encontro delas e não fique à espera!

 

Como é feita

 

Para uma procura de emprego eficaz e organizada deve-se definir um plano de ação:
Definir o que se procura: isto é, definir as áreas em que se quer trabalhar. Para isso, deve-se ter em conta a formação académica, a experiência profissional, a motivação e as características pessoais.
Analisar o mercado de emprego: recolher informação sobre as empresas ou entidades relacionadas com a tua área de trabalho e elaborar uma lista.
Responder a anúncios de emprego: selecionar os anúncios que interessam em função do perfil e objetivo profissional.
Construir um networking: isto é, fazer contactos. Em primeiro fazer uma lista de todas as pessoas que se conhece e respetivos contactos (família, amigos, vizinhos, antigos colegas de escola e/ou de trabalho)

 

Como definir objetivos


Os objetivos devem ser estabelecidos de acordo com o que se quer e pode fazer, nidificando as razões que motivam a candidatura.
- Identificar o tipo de emprego que se procura
- Manter a motivação e determinação pode ser a chave para conseguir um emprego ou não
- Confie nas suas capacidades e competências e mostre-as aos empregadores.
Identificar profissões adequadas ao perfil pessoal
- Estabeleça objetivos profissionais a curto, médio e longo prazo e definir prioridades são alguns dos caminhos a seguir.

 

O que procuram as empresas


Normalmente, as empresas recebem centenas de candidaturas e por isso tem que preparar bem a sua candidatura para mostrar que é a pessoa que procuram.
Quando as empresas decidem contratar alguém definem vários parâmetros de avaliação e de requisitos. As competências mais procuradas pelos empregadores são a ética, a atitude positiva, a comunicação, a gestão de tempo, a resolução de problemas, o trabalho em equipa e a confiança.
É importante ter em conta que algumas empresas privilegiam estas competências em função do/a candidato/a que procuram.
Foi realizado pela AIDA em parceria com a IERA, um estudo dos perfis profissionais que as empresas têm maior carência, incluindo a definição das necessidades de qualificação, bem como o número de desempregados existentes e a respetiva qualificação, na perspetiva de promover a convergência de necessidades.